Nosso Aluno em 4º Lugar no STM/2010

O Português em Foco entrevista Leonardo Pereira, 4º colocado no concurso do STM/2011, para o cargo de Técnico Judiciário.
O Leonardo chegou timidamente ao Português em Foco e à medida que assistia às aulas do Curso Questões Comentadas Cespe”, revelou-se um aluno extremamente relexivo quanto às questões gramaticais.
Na semana passada, enviou-nos um email com a maravilhosa notícia de que tinha passado em 4º lugar para o concurso do STM/2011. Gentilmente, Leonardo, concedeu-nos a entrevista a seguir:

1. Português em Foco: Leonardo, antes de tudo, parabéns pela aprovação! Por favor, apresente-se:

Meu nome é Leonardo Gomes Pereira, tenho 23 anos, sou funcionário público federal da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, estudante de Direito e fui aprovado recentemente em 4º lugar no concurso para Técnico Judiciário do Superior Tribunal Militar.

2. Português em Foco: Como foi a preparação?

A preparação para este concurso teve um pouco de estratégia: tirei férias em janeiro de 2011, após o recesso de final de ano, já que a prova seria no final daquele mês. Por cerca de 35 dias estudei em média 9 horas por dia. Aliado ao tempo que tive, foi fundamental a busca de professores mestres em suas áreas e especialistas na banca CESPE, como é o caso da professora Eliane Vieira.

3. Português em Foco: Leonardo, você acha que o fato de ter tirado férias antes da prova contribuiu para sua aprovação?

Sim. O fato de reservar o período de 30 dias de férias foi determinante para o bom resultado no concurso. Dessa forma, pude me dedicar quase que com exclusividade aos estudos, me organizando e utilizando bem esse tempo com estudo focado e de qualidade.

4. Português em Foco: como você organizava os estudos? Tinha um cronograma? Estudava só teoria? Fazia só exercícios?

Tentei montar um horário, mas não funciona, pelo menos pra mim. Acho que um estudo que rende é aquele em que se fica uma boa parte do dia estudando um conteúdo e quando percebe que está cansando da matéria, muda para outra. Assim, o estudo não é interrompido por causa do “horário a cumprir” e você acaba estudando melhor e com mais qualidade.

5. Português em Foco: como conciliou o convívio familiar e os estudos? Você se isolou no período das férias?

Este é um ponto crítico na vida do concurseiro. Foram 30 dias “puxados”! Fora do meu quarto eu devia ficar umas 3 horas por dia. Nas restantes, ou eu estava dormindo (dormia em torno de 7 horas por dia) ou eu estava estudando. O convívio doméstico é afetado com certeza e, assim, deve-se aproveitar bem o período das refeições, por exemplo, e também reservar alguns momentos do dia para não ficar incomunicável, já que o equilíbrio mental, além de tudo, também é determinante para a provação.

6. Português em Foco: você considera importante conhecer o perfil da banca examinadora? Qual era a sua impressão sobre as provas elaboradas pelo Cespe?

Sun Tzu, em “A arte da guerra”, já dizia: “se fores a uma batalha não conhecendo nem a ti nem ao inimigo, para cada batalha haverá uma derrota; se fores conhecendo a ti, mas não conheceres o inimigo, para cada vitória haverá uma derrota; mas se fores conhecendo a ti e ao inimigo, não há por que temer o resultado de cem combates”. Assim eu também defino a importância de conhecer a banca antes de fazer um concurso, principalmente em se tratando do CESPE, que em princípio, para mim, sempre elaborou questões difíceis.

7. Português em Foco: como o Curso “Questões Comentadas Cespe” do Português em Foco o ajudou nesta jornada rumo à aprovação?

Já fiz muitos cursos de Português para carreiras públicas no meu estado, o Rio Grande do Sul, porém nenhum deles é (foi) tão especialista e certeiro na Banca Cespe quanto o curso Resolvendo Cespe, da professora Eliane Vieira. Ela vai na raiz do que a banca questiona e faz com que o aluno fique preparado para todas as questões que vierem nas provas. Na hora da prova fiquei calmo, já que estava preparado para o que estava lendo na minha frente. Com certeza o investimento é pequeno perto dos resultados que se consegue obter.

8. Português em Foco: qual (is) aspecto(s) você considerou fundamental para sua aprovação?

Além do fato de ter tirado férias e feito os cursos certos nas disciplinas-chave, contar com o apoio dos familiares e da minha namorada foi muito importante. No momento em que se entra numa empreitada dessas, o ideal é esclarecer a todos que essa é uma fase transitória e de dedicação, para que todos entendam e participem da conquista.

9. Português em Foco: qual seria a sua dica ou orientação para os candidatos que estão iniciando no universo do concurso público?

A dica é buscar os professores certos e transformar os concursos em uma rotina, já que no momento em que você começa a se preparar para um, já está se preparando para todos os próximos que virão. As matérias se repetem, e o Português, por exemplo, certamente estará presente em todos os editais. Chega um momento em que o candidato já domina algum tópico da matéria e necessita apenas da manutenção do estudo – o que torna as coisas mais fáceis. Assim, com o crescimento gradual, tendo feito diversos concursos, consegui ser classificado para uma prefeitura municipal, depois para a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, para o Ministério Público em dezembro de 2010 e, recentemente, em fevereiro de 2011, para o Superior Tribunal Militar.

Parabéns, Leonardo! Aqui ficam meu abraço e minha alegria!

Be Sociable, Share!

Comments are closed.